Violência aumenta na cidade portuária de Hodeida

Violência aumenta na cidade portuária de Hodeida
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

António Guterres classifica situação como potencialmente catastrófica

PUBLICIDADE

Os combates pelo controlo do porto iemenita de Hodeida ganharam intensidade nos últimos dias e provocaram perto de 150 mortos nas últimas vinte e quatro horas. Apesar dos apelos da comunidade internacional para um cessar-fogo, a coligação liderada pela Arábia Saudita renovou a ofensiva tendo em vista a expulsão da cidade dos insurgentes houthis, apoiados por Teerão.

Hodeida é o principal porto comercial do país, ponto de entrada de oitenta por cento das importações de bens alimentares, e a escalada de violência irá piorar ainda mais a já preocupante situação de fome que se vive no país. Para o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, a destruição do porto poderia gerar uma situação catastrófica.

Partilhe esta notíciaComentários