Última hora

Aumenta a pressão sobre o Brexit

Aumenta a pressão sobre o Brexit
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Theresa May continua decidida em concluir o processo de negociação do Brexit e garante que não vai recuar. Os líderes da UE concordaram que não se registaram progressos suficientes nas negociações para agendar uma nova cimeira para este mês de novembro. Ainda assim, no jantar anual do Lord Mayor na Guild Hall, o centro administrativo da City de Londres, a primeira-ministra britânica disse que as negociações estão na "fase final": "ambos os lados querem chegar a um acordo, mas estamos a negociar algo muito difícil, devo admitir .

As negociações do Brexit não têm a ver comigo nem com as minhas conquistas pessoais. Estão relacionadas com interesses nacionais e isso significa fazer as escolhas corretas e não as mais fáceis. Não vou comprometer o voto das pessoas no referendo. Está fora de questão".

Em Bruxelas, após a última ronda de negociações, o principal negociador do Brexit, Michel Barnier anunciou avanços, mas acrescentou que a fase final é sempre a mais difícil.

O impasse mantém-se relativamente à fronteira entre o território britânico da Irlanda do Norte e a República da Irlanda, Estado membro da UE. A livre circulação de pessoas, bens e serviços é um dos requisitos para a Irlanda do Norte, mas a saída britânica vai introduzir controlos alfandegários.

May tenta negociar em várias frentes e enfrenta divisões dentro do gabinete. Esta oposição interna pode por em causa a aprovação de um acordo no Parlamento, como já alertaram os conservadores.

A estratégia de negociação tem sido alvo de críticas dentro do partido Conservador por defensores de um Brexit mais drástico. Levou mesmo à demissão de vários membros do governo - o último foi o secretário de Estado dos Transportes, Jo Johnson.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.