Última hora

Navalny impedido de deixar a Rússia

Navalny impedido de deixar a Rússia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Alexei Navalny foi proibido de deixar a Rússia. A informação é avançada pelo próprio através das redes sociais. O opositor de Vladimir Putin deveria voar para Estrasburgo, para ouvir a decisão do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, sobre o caso. Mas, adianta, quando chegou ao aeroporto foi-lhe retirado o passaporte, mais tarde foi informado de que estava proibido de deixar o país mas sem serem adiantadas outras explicações.

Nos últimos seis meses, Navalny esteve várias vezes detido. A última foi quando, a dois de outubro, um tribunal de Moscovo o condenou a 20 dias de prisão por organizar de manifestações violando a lei.

O principal opositor do executivo russo recorreu ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo, por considerar que as suas numerosas detenções têm motivação política.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.