Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Navalny impedido de deixar a Rússia

Navalny impedido de deixar a Rússia
Tamanho do texto Aa Aa

Alexei Navalny foi proibido de deixar a Rússia. A informação é avançada pelo próprio através das redes sociais. O opositor de Vladimir Putin deveria voar para Estrasburgo, para ouvir a decisão do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, sobre o caso. Mas, adianta, quando chegou ao aeroporto foi-lhe retirado o passaporte, mais tarde foi informado de que estava proibido de deixar o país mas sem serem adiantadas outras explicações.

Nos últimos seis meses, Navalny esteve várias vezes detido. A última foi quando, a dois de outubro, um tribunal de Moscovo o condenou a 20 dias de prisão por organizar de manifestações violando a lei.

O principal opositor do executivo russo recorreu ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo, por considerar que as suas numerosas detenções têm motivação política.