Femen provocam a fúria de manifestantes pró-franquistas

Femen provocam a fúria de manifestantes pró-franquistas
De  Pedro Sacadura com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ativistas fizeram-se notar em dia de parada para assinalar a morte do ditador Francisco Franco, em Madrid.

PUBLICIDADE

De peito nu para denunciar o "fascismo legal" e a "vergonha nacional" três militantes do grupo feminista Femem provocaram a ira de apoiantes de Franco em Madrid.

De acordo com a polícia mais de 200 pessoas desfilaram este domingo pela capital espanhola munidas de bandeiras e replicando saudações fascistas para lembrar a morte de Francisco Franco, a 20 de novembro de 1975.

Na Praça do Oriente, onde o ditador proferia discursos, a parada quase militar saiu dos eixos quando as ativistas se apresentaram seminuas em protesto. Acabaram por ser detidas pela polícia mas vários manifestantes pró-franquistas tentaram agredi-las com violência.

O nome de Franco continua a despertar acesas discussões em Espanha tanto mais que o Governo quer completar a exumação dos restos mortais do ditador do mausoléu no Vale dos Caídos, até ao fim do ano. O lugar faraónico continua a ser o ponto de encontro de peregrinações fascistas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Femen protestam em Madrid contra reversão da lei do aborto nos EUA

Agricultores espanhóis em protesto invadem centro de Madrid com centenas de tratores

Direita espanhola nas ruas contra acordo de amnistia para independentistas catalães