Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

O renascimento de Valeta, capital europeia da Cultura 2018

O renascimento de Valeta, capital europeia da Cultura 2018
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Valeta, em Malta, é a Capital Europeia da Cultura. Foram anos de trabalho árduo para renovar palácios, mercados, galerias, teatros e hotéis e dinamizar a vida noturna.

Na primeira edição do nosso novo programa Go Europe, vamos falar com as pessoas envolvidas no projeto e dar um passeio intimista por uma cidade renascida.

"Valeta mudou drasticamente nos últimos anos. Antigamente era uma cidade silenciosa. Era quase uma cidade onde à noite se tinha medo de andar pelas ruas. Agora Valeta é uma cidade cheia de vida, cheia de energia, de dinamismo, o que está, em grande parte, relacionado com o facto de ser Capital Europeia da Cultura. O financiamento, da União Europeia foi crucial, particularmente em termos de cultura e infraestruturas. Se conseguimos restaurar os principais edifícios, aqui em Valeta, foi graças ao dinheiro da UE", frisou Owen Bonnici, o ministro responsável pelas pastas da Justiça, da Cultura e do Governo Local, de Malta.

Andrei Imbroll conduziu a transformação de um quarteirão inteiro, conhecido historicamente como "The Gut", uma zona mal-afamada que hoje está cheia de restaurantes requintados. Antigamente, era o bairro dos clubes de jazz. Hoje é possível ouvir vários estilos musicais, do rock ao folk, do jazz ao hip hop.

"Os meus pais não nos deixavam vir aqui quando éramos crianças. Na origem, era o bairro da prostituição de Malta. É famoso e infame, ao mesmo tempo", contou Andrei Imbroll.

"Em relação à vida noturna de Valeta e à forma como ela se desenvolve, penso que uma das melhores experiências é poder frequentar vários tipos de bares. Não se pode ter apenas um lugar, um canto ou um espaço. Aliás, é isso que é bonito, hoje em dia, em Valeta. Há muitos grupos criados nas redes sociais que se juntam e andam de bar em bar: saltam do Gut para o outro lado da Rua Estreita, para a Rua de São Paulo, a de Santa Úrsula e de Santa Luzia, e para outras áreas onde a vida noturna se está a desenvolver", acrescentou o presidente do grupo Valletta Boutique Living.

Saiba tudo sobre Valeta, capital europeia da Cultura 2018, na reportagem exclusiva da euronews.