Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Presidente da Ucrânia quer NATO no mar de Azov

Presidente da Ucrânia quer NATO no mar de Azov
Direitos de autor
REUTERS/Alla Dmitrieva
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente ucraniano quer navios da NATO no mar de Azov.

Numa entrevista dada ao diário germânico Bild, Petro Poroshenko sublinhou que a Alemanha é um dos mais próximos aliados da Ucrânia e que por isso espera que os estados-membros da Aliança Atlântica possam mobilizar navios para o mar de Azov de forma a garantir a segurança do país.

Poroshenko acusou ainda Vladimir Putin de pretender ocupar o mar interior que banha a Ucrânia e a Rússia.

Em Moscovo, o presidente russo defende-se acusando o homólogo ucraniano de orquestrar uma crise para obter dividendos eleitorais. As eleições presidenciais estão agendadas para março. O presidente turco, Recep Tayyp Erdogan, mantém boas relações com os dois homólogos e ofereceu-se para mediar o conflito.

Enquanto não surge uma solução diplomática, os nove marinheiros ucranianos capturados no domingo foram formalmente acusados, enquanto indivíduos, de violarem a fronteira russa. Kiev afirma que são prisioneiros de guerra