Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Coletes amarelos": protesto estende-se a toda a França

"Coletes amarelos": protesto estende-se a toda a França
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos dos "coletes amarelos" ocorreram, este sábado, um pouco por toda a França.

Por todo o país, estradas foram cortadas, assim como o acesso a centros comerciais, fábricas e bombas de combustíveis.

No sul de França, junto da fronteira com a Itália, centenas de automóveis e camiões foram impedidos de seguir marcha.

"Estamos aqui e não temos nada para comer. Estamos aqui bloqueados há quatro horas. Não há polícias, nada. Isto é inacreditável", reclama um camionista francês.

Impedidos de seguir viagem, alguns camionistas mostraram-se solidários com a luta dos franceses... Os contestatários prometem não parar até verem as reivindicações satisfeitas.

"Os impostos são muito pesados. O nosso futuro que não está mais definido, e isso coloca em risco o futuro dos nossos filhos, os nossos salários, os nossos projetos, as nossas reformas... Como em toda a Europa. Creio que é a hora de agir, sem violência até podermos", afirma um dos manifestantes.

A luta contra o aumento do custo de vida, em França, tem reunido apoio. Em Marselha, uma corporação de bombeiros saiu, também, para a rua e juntou-se às manifestações dos "coletes amarelos".