Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Imposto sobre setor digital continua a dividir UE

Imposto sobre setor digital continua a dividir UE
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um ativista usou uma máscara com o rosto de Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, para exigir a aprovação de um novo imposto sobre as receitas das multinacionais do setor digital.

O tema continua a dividir os Estados-membros da União Europeia que discutiram o imposto na reunião dos ministros das Finanças, terça-feira, em Bruxelas.

Os ministros não conseguiram chegar a acordo que assegure que as grandes empresas de tecnologia paguem um nível mínimo de impostos, tendo a França e a Alemanha apresentado uma nova proposta para tributar, pelo menos, as receitas que as empresas conseguem através dos anúncios online.

Em março, a Comissão Europeia propôs aos governos dos Estados-membros que se criasse um imposto de três por cento sobre as receitas online das grandes empresas digitais.

O executivo disse que seria "um penso rápido" temporário até uma solução mais ampla ser alcançada entre os membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.