A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Contestação social alastra à polícia francesa

Contestação social alastra à polícia francesa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

França tem estado a ferro e fogo com a contestação dos coletes amarelos, que obrigaram a uma mobilização massiva da polícia.

No entanto, o sentimento de insatisfação social parece ter alastrado às forças de segurança.

O movimento é já designado por Giro Bleus, em alusão às luzes rotativas azuis da polícia e num trocadilho com os gilets jaunes que encheram as ruas.

Dois sindicatos da polícia estão a agitar o governo francÊs com a perspetiva de um levantamento contra os anunciados cortes de mais de 60 milhões de euros para o setor.

O sindicato Alliance apelou aos polícias para não deixarem as esquadras esta quarta-feira e apenas responderem a "situações de emergência".

Já o sindicato UNSA exigiu o pagamento das horas extraordinárias e avisou em comunicado que "as rotundas não são um palco de protesto exclusivo" dos coletes amarelos.

Os representantes da polícia pedem a implementação de um plano marshall e colocam assim mais uma prova de fogo ao presidente Emmanuel Macron.