Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Enviado dos EUA para coligação contra o Estado Islâmico demite-se

Enviado dos EUA para coligação contra o Estado Islâmico demite-se
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Tinha sido nomeado em 2015 pelo ainda presidente dos EUA, Barack Obama, mas um ponto de vista diferente do atual chefe de Estado Donald Trump, que o manteve em funções, precipitou a saída.

Brett McGurk, o representante dos EUA junto da coligação internacional que combate o autodenominado Estado Islâmico renunciou ao cargo em protesto contra a decisão de Trump de retirar as tropas norte-americanas da Síria,

Antecipou a decisão que tinha previsto colocar em prática em fevereiro do ano que vem. Numa carta de demissão sublinhou que os jihadistas estão "enfraquecidos" mas ainda não derrotados.

Esta semana, o secretário da Defesa, Jim Mattis, também renunciou pelas mesmas razões.