Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Trump "apressa" nomeação da pasta da Defesa

Trump "apressa" nomeação da pasta da Defesa
Tamanho do texto Aa Aa

É mais uma nomeação no governo norte-americano, desta vez: Patrick Shanahan.

Donald trump decidiu dar pasta da defesa interinamente a quem já conhece os cantos à casa, e decidiu dar mais cedo do que o previsto.

O novo nomeado - até agora vice-secretário da Defesa - vai assumir o lugar de Jim Mattis quase dois meses antes do suposto - uma ordem do presidente. Jim Mattis só deveria sair no final de fevereiro do próximo ano mas Patrick Shanahan assume o cargo já no dia 1 de janeiro de 2019, como Donald Trump escreveu no Twitter.

Mattis apresentou demissão em forma de protesto contra o anúncio de retirada das tropas norte-americanas da Síria, feito por Trump há dias. Um anúncio que Mattis disse ser um "desrespeito aos aliados dos EUA", um anúncio que não agradou a muitos deles, como a França.

Emmanuel Macron foi claro no que diz respeito à decisão de Trump e, num discurso, disse que "os aliados deveriam lutar ombro a ombro".

Com a saída das tropas americanas da Síria, Erdogan reforçou as forças militares turcas na zona, isto depois de um telefonema com Donald Trump que concordou em dar tempo à Turquia para organizar terreno antes dos EUA "fazerem as malas" e saírem do território sírio.