Última hora

Última hora

Trump anuncia retirada total da Síria

Trump anuncia retirada total da Síria
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump decretou a vitória sobre o Estado Islâmico na Síria e ordenou o início da retirada total das tropas norte-americanas do país.

O anúncio surpreendeu legisladores, aliados e mesmo os conselheiros em segurança nacional do presidente dos Estados Unidos.

Para além da já habitual comunicação pelo Twitter, Trump difundiu um vídeo onde afirma:

"Estamos a lutar há muito tempo na Síria. Sou presidente há quase dois anos e nós progredimos bastante e vencemos o Estado Islâmico, de forma clara. Recuperámos o território e agora chegou o momento das nossas tropas voltarem para casa."

A decisão atraiu, no entanto, críticas tanto da oposição democrata como do próprio campo republicano.

Tim Kaine, senador democrata da Virginia: "Esta decisão foi tomada com o conselho do Exército? Ou contra? É a primeira questão que quero ver respondida."

Marco Rubio, senador republicado da Flórida: "Agora que os Estados Unidos vão retirar da Síria, estamos a entregar basicamente o país à Rússia e, em grande medida, ao Irão."

Atualmente, há cerca de 2000 soldados norte-americanos destacados no norte da Síria, essencialmente membros de forças especiais mobilizados para o combate contra o Estado Islâmico e para o treino das forças locais implicadas na reconquista das áreas controladas pelo grupo extremista.