Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Israel anuncia eleições antecipadas para abril de 2019

Israel anuncia eleições antecipadas para abril de 2019
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Israel anunciou este sábado a convocação de eleições gerais antecipadas para 09 de abril de 2019, seis meses antes do fim previsto da legislatura.

A coligação que suporta o governo de Benjamin Netanyahu decidiu por unanimidade dissolver o parlamento, com o primeiro-ministro a explicar que a decisão foi tomada em nome da "responsabilidade nacional".

No entanto, o anúncio da antecipação das eleições vem na sequência de meses de divisões dentro do executivo israelita. A última crise surgiu com uma proposta para estender o serviço militar obrigatório aos judeus ultraortodoxos, à qual o partido Yesh Atid, um dos principais da coligação, já anunciou o voto contra.

A proposta vai a votação no dia 06 de janeiro, mas o partido Yesh Atid, um dos principais da coligação, liderado por Yair Lapid, já fez saber que votará contra a posição oficial do Governo.

Este anúncio veio abalar ainda mais a base de apoio de Netanyahu, que dispõe apenas de 61 lugares numa câmara de 120, após a saída em rutura do antigo ministro da Defesa, Avigdor Lieberman, e do seu partido da coligação de direita, depois de Lieberman considerar "fraca" a resposta israelita ao Hamas.

O primeiro-ministro israelita, que cumpre o seu quarto mandato, enfrenta atualmente diversas investigações judiciais relacionadas com problemas financeiros, fiscais e de eventual corrupção.