Última hora

Mulheres de colete amarelo protestam em França

Mulheres de colete amarelo protestam em França
Direitos de autor
REUTERS/Gonzalo Fuentes
Tamanho do texto Aa Aa

Ao oitavo domingo, França manteve-se tingida de amarelo, mas desta vez o protesto foi feminino. Centenas de mulheres saíram à rua para mostrar que a indignação dos "coletes amarelos" pode ser ruidosa, mas sem violência.

"Há bandidos que se infiltram nos protestos e nós queremos dizer-lhes que nós, as mulheres de colete amarelo, queremos protestar de forma pacífica', diz uma das manifestantes.

Um pouco mais adiante, outra participante na manifestação afirma: "As mulheres são determinadas, são fortes. Estamos aqui em peso e não vamos desistir".

Elas não desistiram e, acompanhadas de crianças, marcharam por melhores condições de vida, em várias cidades francesas.

A ação de protesto contrasta com as manifestações deste sábado, onde participaram 50 mil pessoas e foram registados confrontos com a polícia.

"Precisamos de coisas concretas, precisamos de poder de compra agora, precisamos de baixar os impostos sobre bens de necessidade básica", defende ainda outra manifestante.

As exigências são semelhantes àquelas que se têm feito ouvir ao longo das últimas oito semanas, em França, mas estas mulheres reclamam vir para a rua defender ambições comuns com diferentes formas de manifestação.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.