Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Bohemian Rhapsody": A alma dos Queen vence nos Globos de Ouro

"Bohemian Rhapsody": A alma dos Queen vence nos Globos de Ouro
Direitos de autor
REUTERS/Mario Anzuoni
Tamanho do texto Aa Aa

Foi uma noite de surpresas nos Globos de Ouro. Rami Malek pegou no microfone, na personalidade e no carisma de Freddy Mercury no filme "Bohemian Rhapsody". Saiu da cerimónia com o globo de "Melhor Ator" e agradeceu ao vocalista dos Queen... O filme sobre a banda ganhou na categoria de melhor de drama.

Glenn Close também surpreendeu ao vencer o Globo de Ouro de melhor atriz que estava quase nas mãos de Lady Gaga, pelo papel em “The Wife”, mas Lady Gaga foi também reconhecida pela música "Shallow" - original do filme "A Star is Born".

Vários atores britânicos também foram reconhecidos. Olivia Colman venceu o prémio de Melhor Atriz (de Comédia ou Musical) pela participação em “The Favourite”.

Richard Madden também desfila entre os vencedores. Ganhou um globo de Melhor Ator na categoria de televisão pela prestação em “Bodyguard”.

O papel de ex-vice-presidente dos EUA, Dick Cheney, em "Vice" valeu um globo de ouro de melhor ator de Comédia ou Musical a Christian Bale.

Um filme a preto e branco passado nos anos 70 na Cidade do México. "Roma" de Alfonso Cuarón venceu na categoria de “Melhor Filme Estrangeiro”.