Última hora

Última hora

Vídeo da detenção de Zaghari-Ratcliffe é "jogo psicológico cruel"

Imagens da detenção da jornalista Nazanin Zaghari-Ratcliffe
Imagens da detenção da jornalista Nazanin Zaghari-Ratcliffe
Tamanho do texto Aa Aa

Um jogo psicológico cruel.

Foi assim que o marido da irano-britânica Nazanin Zaghari-Ratcliffe descreveu as imagens divulgadas pela televisão estatal iraniana onde se vê o momento da prisão da repórter, gravado com uma câmara oculta.

A jornalista foi detida em abril de 2016, quando se preparava para regressar ao Reino Unido, depois de umas férias no Irão com a filha. Foi acusada de planear "a queda suave" do governo iraniano a coberto da organização de um curso de formação em jornalismo.

Acabou condenada a cinco anos de prisão por espionagem.

Têm sido vários os pedidos para que seja libertada. O secretário britânico das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, esteve recentemente no país para tentar convencer as autoridades iranianas a libertar a repórter.

Zaghari-Ratcliff anunciou uma greve de fome na próxima semana, em protesto contra a falta de acesso a médicos. Segundo o marido, as autoridades do país responderam cortando-lhe as rações de comida e a duração dos telefonemas à família.