A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Macau propõe uso da moeda chinesa nas transações com Moçambique

Macau propõe uso da moeda chinesa nas transações com Moçambique
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Autoridade Monetária de Macau (AMCM) e o Banco Nacional Ultramarino de Macau defenderam em Maputo a utilização da moeda chinesa, o renmimbi (RMB), como alternativa para transações comerciais com Moçambique.

"Viemos aqui promover a utilização do RMB (nome da moeda oficial da China) em Moçambique para utilizarem o RMB como moeda preferencial", disse Sam Tou, diretor executivo do Banco Nacional Ultramarino (BNU).

Tou falava em Maputo, à margem de uma reunião com a Confederação das Associações Económicas (CTA) de Moçambique, maior entidade patronal moçambicana.

O uso do RMB vai conferir eficiência nos pagamentos entre Macau e Moçambique, declarou.

"O RMB está em franco crescimento e progressivamente mais forte", justificou o diretor-executivo do banco.

A AMCM soube que Moçambique tem projetos governamentais, entretanto "espera que no setor privado se possa vir a utilizar o RMB como moeda preferencial".

Por seu turno, José Caldeira, do conselho diretivo da CTA, afirmou que haverá benefícios no recurso ao RMB como alternativa para transações financeiras com a China.

"Há muito apetite de investimentos nas áreas do agronegócio, mineira e do gás", afirmou.