Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

China investe em Moçambique

China investe em Moçambique
Tamanho do texto Aa Aa

O governo da China está em Moçambique para uma visita oficial, que termina esta quinta-feira.

Recebido em Maputo pelo presidente moçambicano, Filipe Nyusi, o representante chinês reafirmou a intenção de consolidar os laços entre os dois países.

Uma açâo formal que vem na sequência dos últimos dias, em que a China aproveitou a visita a Moçambique para anunciar o investimento de milhões de euros em diversos projetos económicos.

O lançamento de uma televisão via satélite para 500 aldeias moçambicanas, o apoio na construção de um aeroporto em Xai-Xai, e o financiamento nas áreas da agricultura, educação e infraestruturas são alguns dos investimentos que vêm reforçar os acordos de cooperação estratégica entre os dois países.

No primeiro semestre de 2017, a China posicionou-se como o maior investidor estrangeiro em Moçambique.

Depois da Etiópia, Moçambique foi a segunda paragem no roteiro de visitas oficiais da China pelo continente africano.