Última hora

Última hora

Multiplicam-se os ataques violentos no Ceará

Multiplicam-se os ataques violentos no Ceará
Tamanho do texto Aa Aa

A onda de violência que está a varrer o Estado do Ceará, no Brasil, entrou no 12° dia com o derrubamento de uma torre de alta tensão. Isto depois de grupos criminosos terem detonado uma bomba numa ponte e feito explodir parte de um concessionário automóvel.

É uma insegurança total (...). Estamos à mercê dos bandidos.

Juliana Monteiro Residente em Fortaleza

Em Fortaleza, onde o turismo já está a ser fortemente afetado, os receios são permanentes.

"Os ónibus que não consigo pegar, as dificuldades de saber se vamos chegar a casa de novo, se não. A distância de alguns lugares de paradas… Na realidade, é uma insegurança total, porque ficou bem complicado. Estamos à mercê dos bandidos", dizia-nos Juliana Monteiro, residente local.

Desde que o governo estadual anunciou um pacote de medidas restritivas nos estabelecimentos prisionais, para tentar controlar o domínio de fações no interior, foram registados mais de duas centenas de ataques violentos em várias cidades do Ceará e detidas cerca de 300 pessoas.