Última hora
This content is not available in your region

Gregos exigem exclusividade do nome Macedónia

Gregos exigem exclusividade do nome Macedónia
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas protestaram, este domingo, em Atenas contra o acordo greco-macedónio que rebatiza a Antiga República Jugoslava da Macedónia como "República da Macedónia do Norte".

O protesto foi iniciativa de grupos nacionalistas e religiosos que consideram que a designação "Macedónia" é exclusiva ao património grego e que designa uma província no norte da Grécia, onde terá nascido Alexandre o Grande.

O Acordo de Prepes foi firmado em junho de 2018 e pretende colocar fim a um desentendimento que dura há quase três décadas, desde que a Macedónia declarou independência da Jugoslávia e manteve o nome que tinha na federação.

O acordo foi já aprovado por Skopje. Em Atenas, originou uma crise política, com a rutura da coligação governamental liderada pelo Syriza. O primeiro-ministro, Alexis Tsipras, submeteu o acordo para aprovação no Parlamento, no sábado, e espera agora que seja ratificado.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.