A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

França: Substâncias tóxicas encontradas em fraldas

França: Substâncias tóxicas encontradas em fraldas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foram encontradas substâncias potencialmente tóxicas em fraldas para bebés, como o herbicida glifosato. De acordo com a agência francesa de segurança alimentar, Anses, alguns dos produtos químicos encontrados ultrapassam os níveis de segurança.

Os testes feitos em fraldas foram os primeiros deste tipo em todo o mundo. "Encontrámos uma dúzia de substâncias que ultrapassaram o limite permitido. Essas substâncias estão relacionadas com perfume que a indústria adiciona às fraldas principalmente por razões de marketing, ou são substâncias que surgem durante o processo de fabricação das fraldas", explica o diretor da Anses, Gerard Lasfargues.

O estudo provocou uma resposta rápida do governo francês, que deu 15 dias aos fabricantes para apresentarem um plano de ação para a remoção das substâncias tóxicas.

"Eu quero tranquilizar os pais. Segundo a ANSES, neste momento, não há riscos imediatos para a saúde das crianças - caso contrário saberíamos, porque todas as crianças do mundo usam fraldas - então não há risco imediato", explicou a ministra da saúde francesa, Agnes Buzyn.

Mas os resultados do estudo alarmaram alguns consumidores: "É claro que é muito preocupante, são bebés, são muito pequenos. Mas, de qualquer forma, não são apenas fraldas, as toalhitas também têm muitos produtos químicos o que é muito mau para as crianças", disse uma mãe parisiense.

Uma declaração em nome dos fabricantes de produtos de higiene franceses diz que são usadas mais de três mil milhões de fraldas todos os anos, sem efeitos nocivos para a saúde.