Última hora

Última hora

Mais de um terço do gás da Europa vem da Gazprom

Mais de um terço do gás da Europa vem da Gazprom
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de um terço do gás consumido na Europa no ano passado veio da Gazprom, o gigante russo estatal de exportação de gás. O volume de gás vendido para a Europa atingiu um recorde histórico em 2017, segundo os valores agora divulgados. O nível manteve-se durante 2018 e deve continuar em alta, devido à forte procura. Viktor Zubkov, presidente da empresa, disse que a fatia de mercado na Gazprom na Europa, no ano passado, chegou aos 35%. O anúncio foi feito numa conferência em Viena.

Em 2017, as exportações para a Europa e Turquia tiveram um aumento de mais de 8%, para o valor recorde de 193,3 mil milhões de metros cúbicos, apesar dos esforços da Europa para reduzir a dependência face ao gás russo.

Os volumes de exportação para a Europa devem aumentar, também devido à construção de dois gasodutos, o Nord Stream 2, no mar Báltico, e o Turkish Stream, destinado a fornecer a Turquia. Ambas as obras estão a avançar e o Turkish Stream está 80% completo. A diretora de exportações, Elena Burmistrova, diz que as vendas superiores a 200 mil milhões de metros cúbicos são a nova realidade.