Última hora
This content is not available in your region

Alta velocidade cria crise na coligação de governo

euronews_icons_loading
Alta velocidade cria crise na coligação de governo
Tamanho do texto Aa Aa

A construção da linha de alta velocidade, conhecida por TAV, que deverá ligar Turim a Lyon, está a criar uma crise no seio do governo de coligação italiano. O ministro do Interior, Mateo Salvini, é a favor, já o "Movimento 5 estrelas" não quer seguir com as obras.

O ministro dos Transportes italiano, membro do "5 Estrelas", criou uma comissão para realizar a análise ao custo-benefício do projeto. Enquanto um grupo de advogados analisa as implicações legais para Itália, no caso de o país querer abandoná-lo. A decisão deverá ser tomada até maio.

Para o "5 Estrelas" o TAV é um desperdício de dinheiro que poderia ser utilizado para reforçar a infraestrutura ferroviária, em Itália. Por seu lado a "Liga", de Salvini, diz que o projeto criará empregos e reduzirá a poluição provocada pelo transporte ferroviário.

O custo do projeto, 26 mil milhões de euros, seria dividido entre Itália, França e a União Europeia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.