Última hora

Última hora

Jovem espanhol cria prótese de peças Lego para o braço

Jovem espanhol cria prótese de peças Lego para o braço
Tamanho do texto Aa Aa

Lego faz parte da infância de milhões de crianças e está também nas salas de cinema com "Uma Aventura Lego 2", em estreia mundial neste mês de fevereiro. No entanto, para o espanhol David Aguilar, Lego é muito mais do que um brinquedo ou um filme.

Este estudante de bioengenharia na Universidade Internacional da Catalunha, de 19 anos, nasceu sem um braço devido a uma rara condição genética.

Os pais ofereceram-lhe o primeiro conjunto Lego quando tinha cinco anos. Aos nove já estava a criar o primeiro esboço de uma prótese e desde então nunca mais parou de brincar e de abrir novos horizontes para as célebres peças coloridas, transformando-as em inovadoras próteses robóticas.

"Quando era criança, a minha família disse-me que eu tinha um problema, chamado Síndrome de Poland, que afeta o meu peitoral direito e o meu braço direito, por isso não tenho um peitoral e não tenho um braço", afirmou o jovem.

As inesguranças que tinha acabaram por ser o impulso necessário para desenvolver próteses e assim retirar peso à diferença.

"Quando criança, ficava muito nervoso por estar em frente dos outros rapazes por ser diferente. Então, com a idade de 18 anos, no ano passado, construí esta prótese", explicou.

A ausência do braço direito não retirou engenho a David Aguilar, apesar de ser autónomo e de apenas usar a prótese de forma ocasional.

Todas as próteses construídas pelo jovem estão expostas no seu quarto na residência universitária. Quando terminar o curso, David Aguilar tem já um objetivo no horizonte: criar soluções protésicas financeiramente acessíveis para quem mais precisa.