Última hora

Última hora

Jovens atletas entre os mortos no incêndio no Flamengo

Jovens atletas entre os mortos no incêndio no Flamengo
@ Copyright :
REUTERS/Ricardo Moraes
Tamanho do texto Aa Aa

Multiplicam-se as reações de pesar depois do incêndio no centro de treinos do clube de futebol Flamengo, no Rio de Janeiro, que fez pelo menos dez mortos e três feridos, dois dos quais se encontram hospitalizados em estado grave.

As causas da tragédia ainda estão por apurar e a maioria das vítimas ainda não foi identificada, mas sabe-se que as chamas devastaram durante a madrugada desta sexta-feira uma secção do complexo desportivo onde estavam alojados atletas com idades entre os 14 e 17 anos.

Uma das vítimas mortais já identificada é o guarda-redes Christian Esmério, de 15 anos, considerado uma das grandes promessas do clube e uma futura esperança da seleção brasileira.

Entre os mortos haverá seis atletas e quatro funcionários do Flamengo, segundo informações iniciais.

O governador Wilson Witzel transmitiu condolências nas redes sociais e disse esperar uma "investigação minuciosa", decretando ainda um luto oficial de três dias.

Vários clubes rivais também reagiram à tragédia com sentimentos de pesar, bem como alguns dos grandes nomes do futebol brasileiro.

A nova estrela do Real Madrid, Vinicius Junior, exprimiu no Twitter tristeza e transmitiu uma mensagem de força para os sobreviventes e familiares. Neymar Junior também transmitiu sentimentos, republicando a imagem de luto do Flamengo.

View this post on Instagram

Meus sentimentos ???

A post shared by EneJota ?? ? neymarjr (@neymarjr) on

A polícia já abriu um inquérito. Conhecido como o "Ninho do Urubu", o centro de treinos do clube brasileiro foi alvo de uma reforma recente, com a inauguração de um novo módulo em novembro do ano passado, estando inclusivé prevista a posterior demolição da ala atingida pelo incêndio.