Última hora

Última hora

Clima: Greta Thunberg visita Bélgica e critica políticos

Clima: Greta Thunberg visita Bélgica e critica políticos
@ Copyright :
REUTERS/Yves Herman
Tamanho do texto Aa Aa

A sétima marcha juvenil, em Bruxelas, por melhor política sobre o clima, quinta-feira, teve uma participante especial: Greta Thunberg, que aos 16 anos começou um movimento que se espalhou por vários países europeus.

A sueca que já discursou numa conferência da ONU sobre o clima, voltou a criticar a inercia dos políticos.

"Eles falam sobre tudo e mais alguma coisa, exceto sobre a crise climática. Eles falam sobre se apelamos ao absentismo escolar, se somos manipulados ou apenas elogiam os jovens por agirem. Mas não querem falar sobre a crise climática porque parece que não têm nada a dizer sobre isso", disse numa conferência de imprensa.

Para 15 de março está marcada uma greve escolar e marcha mundial e há estudantes portugueses que se organizam para seguir o exemplo de Greta e de Anuna de Wever, que iniciou o movimento na Bélgica.

"Estou chateada e penso que quando os jovens se irritam podem fazer muita coisa. Quando a Greta começou a protestar e vi as entrevistas que deu, fiquei tão inspirada que pensei que deveria ser algo global e não apenas na Suécia. Disse: "vou ajudá-la" e agora já é algo de muito grande na Bélgica", disse à euronews.

Segundo estes jovens, o fracasso dos políticos para lidar com este desafio poderá pôr em causa o futuro das próximas gerações de uma forma sem precedentes.