A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Eleições regionais na Sardenha

Eleições regionais na Sardenha
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em Itália, as atenções estão viradas para as eleições regionais deste domingo na Sardenha.

A Liga do ministro do Interior, Matteo Salvini, tem conquistado vitórias por todo o país. Se vencer na Sardenha, o partido eurocético, que nasceu para lutar pela independência do norte, conquista o primeiro governo regional no sul e torna-se no principal partido de Itália.

Entre os habitantes da ilha as opiniões dividem-se. Há quem considere a União Europeia uma instituição que apenas dita regras do exterior e que devia dar mais atenção aos problemas das pessoas e há quem se assuma como europeísta.

As eleições na Sardenha acontecem no meio de manifestações contra a redução do preço do leite e dos protestos dos pastores e produtores de queijo, uma situação que Matteo Salvini não conseguiu controlar e que está longe de ter solução. A tensão social continua a aumentar na ilha

Os produtores garantem que vão continuar os protestos até conseguirem que os políticos estabelecem um preço adequado para o leite, que permita uma vida digna para as famílias.

A jornalista da Euronews Stefania De Michele sublinha que estas eleições não são apenas um assunto regional. Depois de Abruzzo, a votação na Sardenha é um teste à popularidade do governo e à relação entre a "Liga" e "5 Estrelas". Será também um sinal do caminho que vai seguir o eleitorado nas eleições europeias.