EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Barcelona recebe o Congresso Mundial de Comunicações Móveis

Barcelona recebe o Congresso Mundial de Comunicações Móveis
Direitos de autor  REUTERS/Sergio Perez
Direitos de autor  REUTERS/Sergio Perez
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Evento decorre até quinta-feira

PUBLICIDADE

Arrancou, em Barcelona, a edição de 2019 do Congresso Mundial de Comunicações Móveis e todos falam em tecnologia de 5.ª geração e na velocidade incrível que proporciona.

No stand do NTT Group mostra-se isso mesmo com um músico a tocar em direto através de uma rede 5G, de um lado, com outro músico do outro. Mas nem tudo é música. O gigante japonês das telecomunicações tem uma visão alargada sobre como a tecnologia de 5.ª geração pode mudar o mundo.

"Mundo inteligente, cidades, edifícios, agricultura, fábricas inteligentes. Tudo será inteligente baseado na tecnologia 5G", disse, em entrevista à Euronews, Jun Sawada, presidente e diretor-geral do NTT Group.

Qual a velocidade 5G? O gigante sul-coreano das telecomunicações KT já opera com redes de 5.ª geração e revela ao mundo o que esperar nos primeiros anos.

"Dependendo da disponibilidade do espetro no mercado e da performance do aparelho deverá ser possível obter entre um a dois GB por segundo inicialmente", sublinhou Byungsuk Kim, da KT Corporation.

A 5.ª geração significa que milhões de objetos podem ser conectados. Tem riscos associados, de acordo com peritos em segurança, porque há mais exposição a ataques de hackers e de vírus.

"Haverá utilizadores de banda larga móvel na mesma rede de carros autónomos, na mesma rede de um cirurgião que faz uma operação de forma remota. Não queremos ter uma câmara web que se encontra na casa de alguém a atacar um cirurgião remoto", alertou Bart Salaets, diretor técnico da F5 Networks.

Ao mesmo tempo que se discutem questões de segurança, existe pressa em estar conectado. Há mais de 500 testes e experiências com 5G em curso a nível mundial.

Os europeus devem ter acesso ao serviço ainda este ano.

"Provavelmente vai chegar a parte do público geral por volta do final de 2019, dependendo da libertação das frequências. As ligações de fibra serão substituídas mais ou menos ao mesmo tempo. A transformação da indústria deverá acontecer mais para 2020 ou 2021", antevê Franck Bouetard, diretor-geral da Ericsson França.

Jeremy Wilks, Euronews - Velocidade. É o que prometem todas as empresas que se encontram em Barcelona a promover a tecnologia 5G. Invocam-se questões de segurança e sobre a forma como esta tecnologia será exatamente lançada mas uma coisa é certa: acontecerá tudo muito rápido.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mobile World Congress: Perdas avultadas após cancelamento do evento

Quando a tecnologia parece saída de um filme

Navio de cruzeiro com 1500 passageiros retido em Barcelona porque 69 bolivianos têm vistos falsos