Última hora

Governo russo denuncia "prisão de baleias"

Governo russo denuncia "prisão de baleias"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades russas apresentaram queixa contra os proprietários das quatro empresas que mantinham animais em condições precárias para, alegadamente, os venderem a parque de diversões. Segundo o governo de Moscovo, 11 orcas e 87 baleias viviam em “condições cruéis” na baía de Srednyaya, no leste da Rússia. O local ficou conhecido como "prisão de baleias".

Aleksandr Agafonov, investigador da Academia Russa de Ciências, sublinha os danos para o futuro dos animais

“Tendo em conta a psicologia animal a situação é perfeitamente antinatura, é claro, e pode levar à degradação psicológica como acontece com os animais mantidos em jaulas".

O presidente russo já pediu aos ministros do Meio Ambiente e da Agricultura para determinarem rapidamente o destino dos mamíferos.

A legislação russa permite a captura de baleias mas apenas para as comunidades tradicionais, no norte do país, que as utilizam na alimentação.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.