EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Juan Guaidó garante que militares querem saída de Nicolás Maduro

Juan Guaidó garante que militares querem saída de Nicolás Maduro
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

"Atrevo-me a dizer, sem medo de errar, que 80% das forças armadas querem uma mudança".

PUBLICIDADE

Juan Guaidó diz que a esmagadora maioria do exército da Venezuela quer a saída de Nicolás Maduro.

O presidente do Parlamento venezuelano deverá retornar ao país, nos próximos dias, depois de passar pela Colômbia, Brasil, Paraguai, Equador e Argentina, que pertencem um grupo de mais de 50 países, que o reconhecem como presidente interino da Venezuela.

"Guaidó referiu que Se há uma ingerência na Venezuela, ou intervenção, é de Cuba sobre a Venezuela. Onde eles gerem uma séria de ações de informação e contra informação. Atrevo-me a dizer, sem medo de errar, que 80% das forças armadas querem uma mudança", refere.

Em Buenos Aires, Juan Guaidó convocou um protesto de carnaval na Venezuela para exigir a saída do regime chavista, que recusa a entrada da ajuda humanitária no país.

Uma ação que levou os Estados Unidos da América a impor, na sexta-feira, sanções económicas a vários altos dirigentes das forças armadas e de segurança da Venezuela próximos do presidente Nicolás Maduro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Juan Guaidó: "Estamos cada vez mais fortes"

Guiana: Presidente venezuelano assume controlo da exploração de crude e gás da região de Essequibo

Mega-operação para retomar controlo de prisão