EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Marcelo Rebelo de Sousa de visita a Angola

Marcelo Rebelo de Sousa de visita a Angola
Direitos de autor AMPE ROGÉRIO / LUSA
Direitos de autor AMPE ROGÉRIO / LUSA
De  Euronews com Lusa
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O programa da visita começa esta manhã, com a deposição de uma coroa de flores no Memorial Agostinho Neto e um encontro com João Lourenço no Palácio Presidencial

PUBLICIDADE

Marcelo Rebelo de Sousa aterrou esta terça-feira em Luanda, cheio de otimismo, para uma visita de Estado de quatro dias. O arranque oficial acontece hoje mas as primeiras palavras do presidente, ainda no aeroporto internacional 4 de Fevereiro, foram de tranquilidade para as empresas portuguesas que aguardam a regularização das dívidas de Angola.

"É um processo que não para. Eles [embaixadores nos dois países presentes] sabem e eu sei, porque ia recebendo notícias dia a dia, em catadupas, não imaginam, em catadupas - não havia capacidade de leitura que conseguisse abarcar tanta realidade - do esforço que ia sendo feito a todos os níveis, departamentos ministeriais, governos provinciais, entidades autónomas, instituições públicas que não o Estado clássico. Está-se a trabalhar a todo o vapor."

Entre abraços e apertos de mão, à chegada Marcelo foi recebido na pista do aeroporto pelo ministro das Relações Exteriores de Angola, Manuel Domingos Augusto, e pelo governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rescova.

Esta quarta-feira tem encontro marcado com o homólogo angolano, João Lourenço, que completou na véspera 65 anos de idade.

Fiel ao estilo de sempre Marcelo Rebelo de Sousa quebrou o protocolo. Mal saiu do aeroporto dirigiu-se à bancada VIP do carnaval angolano.

Durante a visita, o presidente português passará ainda pelas províncias de Benguela e da Huíla. Na bagagem trouxe expectativas de "ir mais longe em matéria de acordos, de protocolos, de convenções, do que aquilo que já se fez" durante as visitas do primeiro-ministro português a Angola, em setembro, e do Presidente angolano a Portugal, em novembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente português não poupa elogios ao povo luso no 10 de Junho

Marcelo recebido em festa na província de Benguela

"Dois terços da dívida angolana estão a ser pagos"