Última hora

Última hora

Parlamento britânico vota possibilidade de "Brexit" sem acordo

Parlamento britânico vota possibilidade de "Brexit" sem acordo
Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento britânico discute, esta tarde, a possiblidade de o Reino Unido sair da União Europeia sem um acordo.

O debate promete ser tenso à medida que vão surgindo várias vozes, em especial da área dos negócios, a alertar para os perigos de um "Brexit" duro.

Uma opinião partilhada pela primeira-ministra, Theresa May, que foi, ontem, incapaz de fazer passar o acordo na Câmara dos Comuns.

"Quero sair a União Europeia com um bom acordo. Acredito que temos um bom acordo. Sim, nenhum acordo é melhor do que um mau acordo, mas tenho trabalhado para sairmos no dia 29 de março e com um bom acordo ", defende a governante.

O líder da oposição, Jeremy Corbyn, relembrou que o acordo do Governo foi rejeitado, por duas vezes, e está morto. O trabalhista defendeu, ainda, que Theresa May já não tem capacidade para liderar o país. "Senhor Presidente, a primeiro-ministra tem declarado, teimosamente, que a única escolha é entre o acordo dela e a falta de acordo. A votação de ontem terminou com o acordo dela. Hoje, nem sequer está a mostrar a liderança impondo uma disciplina de voto. Há apenas umas semanas, a primeira-ministra instigou os seus deputados contra a exclusão de um não acordo. Então, como é que ela vai votar esta noite?"

May respondeu que votará na moção em seu nome.

O Parlamento rejeitou, ontem, o acordo para o "Brexit" com 391 votos contra e 242 a favor.

Se a possibilidade de um "Brexit" sem acordo for rejeitada, esta tarde, os deputados votam, na quinta-feira, se Londres irá pedir uma prorrogação da saída da União Europeia, que está prevista para o dia 29 de março.