Última hora
This content is not available in your region

Paris acorda com marcas da violência dos coletes amarelos

euronews_icons_loading
Paris acorda com marcas da violência dos coletes amarelos
Direitos de autor
REUTERS/Philippe Wojazer
Tamanho do texto Aa Aa

A romântica Paris... com sinais de violência e destruição. Uma manhã com as marcas da violência em que os protestos dos coletes amarelos degeneraram. Foi o XVIII ato. Lojas, algumas de luxo foram vandalizadas, incêndios e confrontos.

Há quem tenha dificuldade em associar as reivindicações do movimento com a violência e destruição.

"É escandaloso, é vergonhoso. Eu sei que há um movimento social, ok... mas eu apenas vejo violência e para mim isso não é um movimento social", diz um parisiense. Outro explica que "as pessoas falam geralmente da cidade das luzes, a capital da moda mas tudo o que podemos ver é destruição, lixo, protestos e quiosques incendiados... é uma imagem absolutamente terrível."

O governo francês voltou a prometer punições severas para todos os aqueles forem apanhados nos tumultos.

De acordo com dados oficiais uma centena de pessoas foram detidas durante os protestos de sábado.

Dentro de uma semana, Paris e outras cidades francesas deverão continuar a ser palco de um movimento que está a perturbar o governo de Emmanuel Macron.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.