Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Neozelandeses felicitam reforma na lei das armas

Neozelandeses felicitam reforma na lei das armas
Direitos de autor
REUTERS/Edgar Su
Tamanho do texto Aa Aa

O massacre de Christchurch provocou uma onda de choque em toda a Nova Zelândia e a decisão do governo de restringir o tipo de armas disponíveis no comércio, eliminando nomeadamente as semelhantes à usada na matança, foi globalmente bem recebida.

Junto à mesquita Al Noor, uma das visadas pelo ataque, um homem diz: "É um passo na direção certa. Algo tem de mudar com base na experiência adquirida. Algumas pessoas podem considerar uma reação rápida devido a uma única pessoa. A s consequências daquilo a que assistimos são terríveis e algo deve mudar. Esta foi uma boa decisão."

Outro afirma: "É bom o que fizeram agora. Não é possível controlar as pessoas, por isso é preciso controlar as leis, no que diz respeito às armas. É um passo certo para a sociedade."

Outro ainda acrescenta: "Esta lei tem de ajudar o resto do país e manter sob controlo indivíduos com maus pensamentos. É bastante simples."

Na sequência da tragédia, tem-se multiplicado também o número de neozelandeses que decidiram entregar voluntariamente às autoridades armas semiautomáticas adquiridas de forma legal.