A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mais de 1100 golfinhos mortos na costa francesa em 2019

Mais de 1100 golfinhos mortos na costa francesa em 2019
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Desde o início do ano, foram encontrados mais de 1100 golfinhos mortos nas praias da costa atlântica de França. Um número recorde, segundo os dados fornecidos por cientistas da Universidade de la Rochelle e do Centro Nacional de Pesquisa Cientîfica.

ONGs de defesa da fauna marítima, como a Sea Shepherd, apontam o dedo aos métodos de pesca intensiva e sublinham que os golfinhos que deram à costa em 2019 representam apenas 20 por cento do total de pequenos cetáceos que perdem a vida ao largo.

A presidente da Sea Sheperd em França, Lamya Essemlali, diz que "o problema é que são autorizados métodos de pesca destruidores, que não são seletivos, em zonas sensíveis com populações importantes de espécies protegidas. E não são instituídos controlos suficientes e ainda menos sanções suficientemente dissuasivas para atacar o problema. Há uma espécie de impunidade reinante que é escandalosa".

Atualmente, estão a ser testados dispositivos de repulsão sonora com resultados eficazes para afastar os golfinhos das áreas de pesca e o governo francês mostrou-se disposto a promover a sua utilização, através de um plano de ação para a proteção dos cetáceos que deverá entrar em vigor até ao fim do ano.