Última hora

Última hora

Autoridades maltesas acusam autores do sequestro

Autoridades maltesas acusam autores do sequestro
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades de Malta acusaram formalmente dois adolescentes e um adulto pelo sequestro de um pequeno navio cisterna que os havia resgatado a eles e outros ao largo da costa da Líbia.

Os três indivíduos, oriundos da Costa do Marfim e da Guiné, são acusados de terem ameaçado a tripulação na quarta-feira depois de se aperceberem que estavam a regressar à Líbia e não a Malta como pretendiam.

Os três acusados fazem parte de um grupo de 108 africanos resgatados esta semana pelo navio cisterna.

O sequestro do navio levou à intervenção das forças especiais de Malta que assumiram o controlo da embarcação.

O tribunal de Valeta acusou os indivíduos de sequestro e intimidação, atos considerados como crimes terroristas na legislação nacional.

De recordar que o número de migrantes resgatados no Mediterrâneo tem vindo a cair.

De mais de um milhão em 2015, o número caiu para 140 mil em 2018, segundo dados das Nações Unidas