Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Britânicos descrentes da manobra de Theresa May

Britânicos descrentes da manobra de Theresa May
Tamanho do texto Aa Aa

Os jornais britânicos fazem eco da mão que Theresa May estendeu ao líder da oposição, numa última tentativa para evitar que o Reino Unido deixe a União Europeia no dia 12, sem acordo.

As reações nas ruas de Lodres são mistas: "Foi uma tentativa de unidade nacional, eu não posso ver nisto um motim. Na minha opinião, é a única coisa que ela pode fazer, mas não vejo que alguém possa tirar-nos desta confusão, de qualquer forma. Graças a David Cameron", afirma um homem.

Uma senhora diz: "Eu acho que tudo isto deveria ter acontecido logo após o referendo, eles deveriam ter conversado sobre isto, para depois decidirem se queriam seguir em frente com isto ou não. Não deviam ter arrastado isto por tanto tempo e agora, no último minuto, começarem a mexer-se".

"Quero dizer, eles só estão a fazer figura de parvos, não conseguem decidir nada. É tudo uma bagunça", diz outro homem.

Theresa May pediu unidade nacional e hoje tem um encontro crucial com Jeremy Corbin. Mas falta saber se o líder trabalhista e a chefe do governo conseguem chegar a acordo e depois de a proposta será aceite em Bruxelas.