Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Estreia em França documentário sobre os coletes amarelos

Estreia em França documentário sobre os coletes amarelos
Tamanho do texto Aa Aa

Vinte semanas depois do início das manifestações dos coletes amarelos, estreou em França um documentário sobre o movimento. "J'veux du soleil" é o nome do filme realizado por François Ruffin, deputado da "França Insubmissa", e Gilles Perret. Uma "road trip" que dá voz aos coletes amarelos, mas que deixa propositadamente de parte a violência que deixou, por exemplo, marcas de destruição na capital francesa.

O deputado do partido de esquerda radical defendeu numa entrevista na rádio o documentário e o movimento dos coletes amarelos. "Fui inspirado pelo primeiro dia de protestos, por todas estas pessoas que vi nos últimos 20 anos e que estão isoladas - trabalhadores a tempo parcial, trabalhadores por conta própria, pessoas com deficiências, trabalhadores sociais - que se agruparam, pessoas que viviam na vergonha e que se uniram num só nas rotundas, pessoas que eram invisíveis e que se tornaram em algo visível com os coletes amarelos fluorescentes", explicou François Ruffin.

Ruffin foi eleito pela terra natal do presidente Macron, Amiens, para o Parlamento em 2017.

"É um filme político, sem dúvidas, mas tudo é político. É um filme político, graças pelo menos a duas coisas: o uso da emoção - riso, lágrimas, raiva - e penso que colocamos as pessoas em movimento e em movimento na política, não apenas através de programas ou de reivindicações, mas também através da emoção", afirmou Ruffin.

O documentário "J'veux du soleil" dá voz a alguns dos coletes amarelos que têm protestado e bloqueado as estradas todos os fins de semana desde meados de novembro.