A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Donetsk assinala cinco anos sobre secessão

Donetsk assinala cinco anos sobre secessão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas participaram este domingo numa manifestação no leste da Ucrânia para assinalar os cinco anos sobre a criação da autoproclamada República do Povo de Donetsk.

Rebeldes separatistas apoiados por Moscovo assumiram o controlo de um território no leste da Ucrânia após protestos ocidentais terem levado ao afastamento do presidente Viktor Yanukovich em fevereiro de 2014.

Um mês mais tarde, a Rússia anexava a Crimeia.

Falando à multidão, o líder da auto-proclamada república, Denis Pushilin, disse:

"Precisamos de regressar à nossa Terra-mãe. Em 2014 ouvia nas manifestações "Crimeia, Donbass, Rússia, referendo". Temos um longo caminho pela frente mas não desistimos".

No dia 31 de março residentes de uma localidade no leste da Ucrânia participaram num ato eleitoral na esperança de verem um regresso à paz.