Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

A derradeira operação de charme de Theresa May

A derradeira operação de charme de Theresa May
Tamanho do texto Aa Aa

É a última operação de charme de Theresa May, esta terça-feira a primeira-ministra britânica dividiu-se entre Berlim e Paris para tentar convencer Angela Merkel e Emmanuel Macron a aceitar a extensão da data limite para o Brexit proposta por Londres.

A decisão será tomada no Conselho Europeu extraordinário desta quarta-feira, enquanto esse momento não chega, Michel Barnier rejeitou qualquer responsabilidade europeia numa eventual saída sem acordo e lembrou Theresa May que qualquer extensão, precisa também de uma justificação:

"É ela que tem de indicar o caminho a seguir. O novo elemento, que nós esperamos que traga progresso rumo a uma maioria na Câmara dos Comuns, é a negociação com o partido trabalhista. A duração de uma extensão estará ligada ao motivo: para fazer o quê?"

O negociador-chefe da União Europeia para o Brexit deixou ainda bem claro que o Acordo de Saída não será renegociado e piscou o olho à criação de uma União Aduaneira.