Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Breves de Bruxelas": Ajuda a Migrantes, Navalny, Brexit e Orbán

"Breves de Bruxelas": Ajuda a Migrantes, Navalny, Brexit e Orbán
Tamanho do texto Aa Aa

Miguel Roldan é um bombeiro espanhol que está a ser investigado, em Itália, por cooperar com o tráfico de seres humanos. Miguel e outros nove companheiros podem ser condenados a até 20 anos de prisão.

Há poucos dias esteve no Parlamento Europeu. O objetivo é lutar contra a criminalização dos trabalhadores humanitários.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

• O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condenou a Rússia pela detenção de Alexei Navalny e considerou que a prisão domiciliária imposta ao opositor do Presidente russo “não foi justificada".

• A Comissão Europeia adotou várias medidas para proteger os cidadãos da União Europeia e os cidadãos do Reino Unido que residam ou tenham trabalhado num outro Estado-Membro

• A Comissão Europeia iniciou uma investigação por suspeitas de cartel contra a Elios, a antiga empresa do genro do primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán. A empresa ganhou milhões de euros de fundos europeus para projetos de iluminação pública.