Última hora

Junta militar promete governo civil

Junta militar promete governo civil
Direitos de autor
Reuters
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Sudão terá um governo civil. A promessa foi feita pelo líder da junta militar que gere o país desde a queda do regime de Omar al-Bashir e vai ao encontro dos desejos da oposição, que desde então tem feito ouvir a sua voz nas ruas de Cartum.

O general Abdel Fattah al-Burhan Abdelrahman é visto como uma figura aberta ao diálogo e sucede a Awad Mohamed Ibn Auf, que esteve apenas um dia como chefe do governo de transição.

Além da promessa de um governo civil, Abdelrahman anulou ainda o recolher obrigatório que se encontrava em vigor e decretou a libertação de todos os manifestantes detidos durante o estado de emergência decretado por al-Bashir. Reforçou ainda a ideia que o governo de transição terá uma duração máxima de dois anos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.