Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Multimilionários franceses disponíveis para doar 300 milhões

Multimilionários franceses disponíveis para doar 300 milhões
Direitos de autor
Reuters
Tamanho do texto Aa Aa

Dois dos homens mais ricos de França anunciaram que vão doar um total de 300 milhões de euros para ajudar a reconstruir a Catedral de Notre-Dame.

Bernard Arnault, principal acionista do grupo LMVH, grupo que detém a Louis Vuitton, disse que irá doar 200 milhões de euros.

“A família Arnault e o grupo LVMH gostariam de demonstrar solidariedade perante esta tragédia nacional, e juntam-se para ajudar a reconstruir esta extraordinária catedral, que é um símbolo de França, da sua herança e da união francesa”, lê-se no comunicado emitido pela LMVH.

Francois-Henri Pinault, executivo-chefe do grupo Kering, grupo detentor de marcas como a Gucci e Yves Saint Laurent, diz doar 100 milhões de euros para a causa.

A Fundação do Património, uma organização privada que trabalha para proteger o património francês, anunciou que irá dar início a um peditório intenacional.

Na rede social twitter, escreveram: "Estamos a lançar um apelo internacional. Todas as doações recebidas serão para um fundo de restauração da catedral".

As ajudas gerais para o fundo de reconstrução do edifício histórico parisiense atingem já os 600 milhões de euros.