A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Breves de Bruxelas": PPE no Parlamento Europeu, comércio UE - EUA e gasoduto russo

"Breves de Bruxelas": PPE no Parlamento Europeu, comércio UE - EUA e gasoduto russo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A atividade no Parlamento Europeu fica suspensa enquanto os políticos fazem campanha para as eleições europeias de maio.

Nos últimos vinte anos, o maior grupo político do Parlamento tem sido o Partido Popular Europeu e hoje olhamos para a história do grupo e o que representa enquanto procura manter o controlo da câmara.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • Um aumento das tensões no comércio global prejudicaria mais os Estados Unidos que os rivais económicos, conclui um relatório do Banco Central Europeu. Um dos exemplos descrito é o reduzido impacto imediato que teria o aumento das taxas à importação de carros europeus nos Estados Unidos. Uma perspetiva que tem pairado sobre a União Europeia desde o ano passado.
  • O principal candidato de centro-direita às eleições europeias, o alemão Manfred Weber, promete opor-se ao projeto do gasoduto Nord Stream 2, caso seja eleito presidente da Comissão Europeia. A posição do eurodeputado contraria os esforços do governo alemão para finalizar o gasoduto. Na visão de Weber, o Nord Stream não é do interesse europeu pois aumentaria a dependência de gás vindo da Rússia.