A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Direitos parentais reforçados na UE

Direitos parentais reforçados na UE
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal de Justiça da União Europeia reforçou os direitos parentais, especialmente das mulheres.

Os juízes determinaram que os pagamentos compensatórios aos empregados em licença parental que estão a tempo parcial devem ser calculados com base no salário a tempo completo.

A decisão surge na sequência de um caso em França, onde 96% dos trabalhadores em licença parental são mulheres.

O tribunal considera que a lei francesa resulta numa discriminação de género indireta.