Última hora

Última hora

Dois soldados das forças especiais francesas mortos no Sahel

Dois soldados das forças especiais francesas mortos no Sahel
Direitos de autor
REUTERS/Benoit Tessier
Tamanho do texto Aa Aa

Os elementos dos comandos conseguiram resgatar quatro reféns estrangeiros, incluindo uma mulher norte-americana, uma cidadã sul-coreana e dois franceses, mas dois deles acabaram por morrer durante a operação de resgate.

Esta operação foi feita durante a noite com a ajuda dos Estados Unidos, por forças destacadas para combater os militantes islâmicos. A ministra francesa da defesa garante o apoio aos militares: "A mensagem aos bandidos e aos terroristas é clara: aqueles que atacam a França e os franceses sabem que não pouparemos esforços para os perseguir, encontrar e neutralizar. Jamais abandonaremos os nossos concidadãos. Vamos continuar a fornecer aos soldados da região do Sahel o apoio necessário para garantir a segurança dos seus próprios países".

Laurent e Patrick passaram a última noite no Hotel Totora, em Natitingou, antes de desaparecerem. Os dois turistas franceses foram sequestrados durante um safári no Benin - uma vasta região, pouco povoada que tem vindo a assistir a um aumento da violência, nos últimos anos, por parte de grupos ligados à Al Qaeda e ao Daesh.