Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Reféns agradecem resgate "do inferno"

Reféns agradecem resgate "do inferno"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Gratidão e compaixão. No regresso a casa, os reféns libertados esta quinta-feira por tropas francesas no Burkina Faso, prestaram as primeiras declarações públicas.

Dois franceses e uma sul coreana que fizeram questão de homenagear os soldados que morreram na operação de resgate que pôs fim a mais uma semana de cativeiro. "Os nossos pensamentos estão com as famílias dos soldados e com os soldados que perderam a vida para nos libertar deste inferno," disse Laurent Lassimouillas.

Declarações aos jornalistas no final de um encontro com o presidente Roch Kabore, a quem agradeceram a colaboração com as autoridades francesas na operação de resgate.

Os militares dos comandos franceses Cédric Pierrepont e Alain Bertoncello morreram durante uma troca de tiros com quatro sequestradores, que foram também abatidos.

Os reféns lamentam ainda a morte do guia que os conduzia no momento do rapto. Foram interceptados no Benin, onde estavam de férias. Acredita-se que estariam agora a ser transportados para o Mali para serem entregues a grupos de extremistas.