A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

O Fenómeno das "Fake News"

O Fenómeno das "Fake News"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A informação, que tinha de ser credível e inofensiva, foi inventada de raiz.

_“A estátua de um super-herói mais alta do mundo vai ser construída em Budapeste, porque o Congresso Mundial dos Super-Heróis considera que as virtudes representadas nestas figuras, como a solidariedade e os valores democráticos, são as mais ameaçadas na Hungria". _

Péter Krekó, diretor executivo do Instituto Political Capital, explicou à euronews que o objetivo foi conseguido.

“Queríamos e conseguimos demonstrar que vários sites de notícias publicam informação sem qualquer crítica. Há notícias que poderiam facilmente ser identificadas como notícias falsas se os jornalistas perdessem algum tempo a pesquisar informação.”.

O instituto de pesquisa criou um perfil do Congresso Mundial de Fãs de Super-heróis nas redes sociais e publicou uma sondagem falsa sobre a personagem que deveria estar representada na estátua.

A informação falsa foi publicada em mais de 30 sites de notícias e atingiu cerca de 38 mil pessoas. Foram muito poucos os editores que ficaram desconfiados.

Depois de receberem o desmentido, apenas alguns meios de comunicação apagaram a notícia.

Muitos, nem sequer reagiram à notificação do instituto húngaro de pesquisa.