A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Merkel abre as portas à iniciativa "carbono zero" até 2050

Merkel abre as portas à iniciativa "carbono zero" até 2050
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Afinal, a chanceler alemã está disponível para se juntar à iniciativa promovida pela França de alcançar uma pegada de carbono zero até 2050. Mas Angela Merkel diz que é preciso que os objetivos sejam possíveis de alcançar.

A líder alemã participou esta terça-feira no 10° Diálogo sobre o Clima de Petersberg. "Temos crianças e jovens de todo o mundo que se reúnem às sextas-feiras para fazerem greves escolares para protegerem o clima e fazerem pressão sobre os políticos mundiais. E para ser honesta, claro que isto não é nada confortável, mas é compreensível", afirmou na sua intervenção.

O Greenpeace aproveitou o encontro que reúne ministros e representantes de 35 países para fazer um protesto e passar uma mensagem. "Temos de tomar as decisões certas para o nosso futuro agora. É por isso que estamos aqui para deixar esta mensagem clara de que esta é a última saída, porque estamos a ficar sem tempo", destacou o ativista Robin Miller.

O Greenpeace tem pedido ao governo alemão que tome mais medidas contra as alterações climáticas, já que as emissões de gases com efeito de estufa não diminuíram significativamente na Alemanha nos últimos dez anos e a eliminação do carvão está apenas no início.