Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Brexit: Theresa May faz nova tentativa no parlamento

Brexit: Theresa May faz nova tentativa no parlamento
Tamanho do texto Aa Aa

No meio de fortes rumores sobre uma revolta no governo e da possível saída iminente de Theresa May da chefia do executivo, a primeira-ministra britânica fez esta quarta-feira aquela que poderá ser a sua última tentativa de convencer os deputados a aprovarem o seu plano de Brexit: Rejeitem-no e o que teremos diante de nós são divisões e bloqueios. Arriscamo-nos a sair sem acordo, algo com que este parlamento não concorda; arriscamo-nos a parar o Brexit, algo que o povo britânico não vai tolerar; arriscamo-nos a criar ainda mais divisões no futuro, quando deveríamos trabalhar todos juntos no interesse nacional".

Argumentos que continuam a não convencer. O líder trabalhista diz que May não está em condições de assumir um compromisso: "Nenhum deputado trabalhista pode votar num acordo prometido por uma primeira-ministra que só já tem alguns dias no cargo. E ainda que a primeira-ministra pudesse honrar as suas promessas, o acordo que nos apresenta não é um compromisso genuíno. O sue plano de dez pontos está pejado de contradições e ilusões".

Não será ainda desta vez que os argumentos de Theresa May convencem os deputados britânicos. O Brexit continua tão incerto como sempre e os britânicos votam esta quinta-feira para o Parlamento Europeu.